Grupo Nymphas, 40 anos de boa música

Nymphas: algumas das atuais integrantes ainda nem tinham nascido quando o grupo foi criado

Como parte das comemorações de seus 40 anos de atividades, o Grupo Nymphas fará dois shows no Teatro do Paiol, dias 14 e 15 de dezembro, às 20h, dentro do projeto Paiol Musical da Fundação Cultural de Curitiba. E será acompanhado por Ervin Fast (piano), Daniel Migliavacca (bandolim), Joaquin Rebollo (violoncelo), Ricardo Janotto (percussão) e Vina Chamorro (violão).

Na mesma ocasião, o grupo vai lançar o CD comemorativo às quatro décadas “Celebrar”, cuja produção está sendo custeada mediante campanha de financiamento coletivo, e que deve cobrir despesas como arranjos instrumentais, cachês dos músicos, direitos autorais das canções, gravação e mixagem das músicas, projeto gráfico e elaboração de peças de divulgação, prensagem do CD, foto, vídeo e divulgação.

As pessoas que contribuírem – através do endereço eletrônico www.catarse.me/nymphas40anos – terão direito a recompensas (CDs, livros, ingressos para shows) proporcionais aos valores destinados, que podem ser desde simbólicos até quantidades substanciais.

O repertório do CD é composto por músicas inéditas, como Celebrar e Alma (Mara Fontoura), CWB Natural (Rubem Rolim, Raymundo Rolim e Michel Butnariu) e clássicos da MPB, como Criaturas da Noite (Flávio Venturini e Luiz Carlos Sá), A hora e a vez (Zé Renato, Claudio Nucci e Ronaldo Bastos), Viola Enluarada (Marcos Valle e Paulo Sergio Valle), Idade do céu (Jorge Drexler e Paulinho Moska), A vida que a gente leva (Fátima Guedes) e Epitáfio (Sérgio Britto).

Inclui ainda regravações de músicas representativas da carreira do grupo, como Viver Valerá a Pena (Hardy Guedes e Milton Zauer) e Terra Canção (Lydio Roberto) e até mesmo um clássico internacional latino-americano: A Que Florezca Mi Pueblo (Rafael Paeta / Damián Sánchez).

Compartilhar:

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *